BAIXE O MEU APP

Notícias

Você está aqui

André Corrêa articula e Governo reduz tributação para cervejarias artesanais de 25% para 13%

André Corrêa articula e Governo reduz tributação para cervejarias artesanais de 25% para 13%

Deputado estadual André Corrêa, já havia articulado encontro para a implantação da Rota Cervejeira do Rio de Janeiro

Teresópolis comemorou 123 anos de emancipação em 6 de julho, mas, para os micro empresários do setor cervejeiro, o presente chegou mais cedo. O Governo do Estado sancionou, no dia 3 de julho, a lei № 6.821, de autoria do deputado estadual André Corrêa e do deputado Luiz Martins (PDT), que prevê a criação de um programa de incentivo à produção de cervejas e chopes artesanais no Estado. Com a redução da tributação de 25% para 13%, o objetivo do Governo é estimular a economia e desenvolver a indústria de microcervejarias - empresas cuja produção anual não ultrapasse 3 milhões de litros.

A cerveja artesanal é um nicho crescente, e o consumo desse tipo de bebida tem registrado alta de cerca de 20% ao ano. Por isso, a Companhia de Desenvolvimento Industrial do Estado do Rio de Janeiro defende que as microcervejarias devem receber tributação diferenciada, já que geram uma cultura cervejeira no estado, proporcionando incremento na indústria do entretenimento, hoteleira, gastronômica e turística, beneficiando uma larga cadeia econômica.

Vem aí a Rota da Cerveja

O deputado estadual André Corrêa articulou a reunião entre o Governo do Estado e empresários do setor para fomentar o caminho da implantação da Rota Cervejeira do Rio de Janeiro. O projeto, que visa juntar um roteiro turístico com a produção cervejeira de Teresópolis e da Região Serrana, segue o molde de outros cases de sucesso, como o das rotas da Região Sul do Brasil, para impulsionar os setores de produção de bebida e de turismo. A ideia é levar para a Serra o Festival Internacional da Cerveja em 2015.

“A redução da tributação para os microempresários da cerveja é realmente uma grande notícia. É mais um passo importante dado pelo Governo do Estado para a criação de uma Rota da Cerveja na Região Serrana. Isso, sem dúvida, vai gerar empregos e beneficiar o turismo de Teresópolis”, disse André Corrêa.

A Rota Cervejeira do Rio de Janeiro deve passar por um percurso de sete estradas na Região Centro-Norte do Estado. O turista que decidir trilhar o caminho encontrará não só a teresopolitana Sankt Gallen, que hoje já atende aos viajantes com a Vila Sankt Gallen, como a Barão Bier, Bohemia (Ambev), Brasil Kirin (Schin), Cidade Imperial, Otten Brau, Petrópolis (Petra) e a Ranz Bier. Pelo caminho, também estão atrações como a Granja Comary, casa da Seleção Brasileira em Teresópolis, a Pedra do Cão Sentado, de Friburgo, e o Quitandinha, de Petrópolis.

Luiz Henrique Galerani
Pedro Silva

Inscreva-se para se manter atualizado e receber notícias sobre o meu mandato para a sua cidade.

Comentários no Facebook

Você também pode gostar de

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS

  • Facebook

  • Twitter

  • Instagram

  • Youtube

  • Linkedin