BAIXE O MEU APP

Notícias

Você está aqui

PSAM ABRE LICITAÇÃO PARA AMPLIAR SANEAMENTO NA BAIXADA FLUMINENSE

PSAM ABRE LICITAÇÃO PARA AMPLIAR SANEAMENTO NA BAIXADA FLUMINENSE

Edital já está disponível e obras de esgotamento sanitário serão divididas em três lotes para ampliação da rede que será interligada à Estação de Tratamento Pavuna
 

Rio de Janeiro, 27 setembro de 2016 – Foi publicado nesta segunda-feira (26/09) no Diário Oficial do Estado do Rio de Janeiro, o Aviso de Licitação para três lotes de novas obras de saneamento, na Baixada Fluminense. As obras do Programa de Saneamento Ambiental dos Municípios do Entorno da Baía de Guanabara – PSAM – da Secretaria de Estado do Ambiente serão divididas em três lotes nas localidades : Caxias Oeste, Caxias Leste e Irajá e têm um orçamento estimado em torno de R$ 874 milhões beneficiando uma população de 225 mil pessoas e evitando o lançamento direto de 582 litros de esgoto por segundo na Baía de Guanabara.  

No total, serão instalados 259,7 km de rede coletora nos três lotes; 15,6 km de coletores troncos e 37. 898 ligações domiciliares. “Estas obras são muito importantes para melhorar a qualidade de vida da população da Baixada Fluminense e também para evitar a degradação ambiental da Baía de Guanabara”, ressalta o coordenador-executivo do PSAM, o engenheiro Márcio de Melo Rocha.

As empresas interessadas já podem retirar o edital na Unidade Executora do PSAM (UEPSAM), na Av. Rio Branco, nº 26, 9º andar, no Centro do Rio. O modelo de ficha para a retirada do edital, bem como Aviso de Licitação publicado no jornal O Fluminense, estão disponíveis abaixo (ver links). “As empresas têm prazo até o dia 16/11/2016 para a entrega das propostas. Até o momento, oito empresas já retiraram o edital”, informa o presidente da Comissão Especial de Licitação da UEPSAM, Luis Edmundo Perret.

Os lotes das obras na Baixada Fluminense

Cada lote de obra tem sua particularidade. O Lote 1 (Caxias Leste) prevê a instalação de 88,2 km de rede coletora; 7,5 km de coletor tronco e 14.554 ligações domiciliares nos bairros de Jardim Gramacho, Vila São Luiz, Parque Beira Mar e Parque Duque, no município de Duque de Caxias. O orçamento estimado é em torno de R$ 304 milhões, com uma população beneficiada de 70 mil pessoas e uma redução de 168 litros de esgoto por segundo lançados na Baía de Guanabara.

Já o Lote 2 (Caxias Oeste) prevê a instalação de 86,3 km de rede coletora; 6,1 km de coletor tronco e 11.518 ligações domiciliares nos bairros de Doutor Laureano, Centenário, Periquitos, Bar dos Cavaleiros, Centro de Jardim 25 de Agosto no município de Duque de Caxias. O orçamento estimado é em torno de R$ 339 milhões, com uma população beneficiada de 79 mil pessoas e uma redução de 211 litros de esgoto por segundo lançados na Baía de Guanabara.

Por fim, o Lote 3 (Irajá) prevê a instalação de 85,2 km de rede coletora; 1,9 km de coletor tronco e 11.826 ligações domiciliares nos bairros de Irajá, Vista Alegre, Brás de Pina, Colégio e Rocha Miranda no município do Rio de Janeiro. O orçamento estimado é de em torno de R$ 231 milhões, com uma população beneficiada de 76 mil pessoas e uma redução de 203 litros de esgoto por segundo lançados na Baía de Guanabara.

PSAM

As obras de ampliação da rede de esgotamento sanitário para a Estação de Tratamento de Pavuna são parte do Programa de Saneamento Ambiental dos Municípios do Entorno da Baía de Guanabara – PSAM, criado em março de 2012 por meio de um contrato de financiamento do Governo do Estado com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).  O programa tem a coordenação da Secretaria de Estado do Ambiente e o objetivo de ampliar o saneamento ambiental dos municípios do entorno da Baía de Guanabara.

Inscreva-se para se manter atualizado e receber notícias sobre o meu mandato para a sua cidade.

Comentários no Facebook

Você também pode gostar de

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS

  • Facebook

  • Twitter

  • Instagram

  • Youtube

  • Linkedin