BAIXE O MEU APP

Notícias

Você está aqui

Governo expande programa Municípios Eficientes pelo Estado do Rio

Mais dez municípios passarão a fazer parte do projeto desenvolvido pelo Proderj e Planejamento

Foi dado o primeiro passo para o processo de expansão do Programa Municípios Eficientes, concebido pela Secretaria de Estado e Planejamento e Gestão do Rio (Seplag) com parceria do Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Rio de Janeiro (Proderj). Mais dez municípios (Arraial do Cabo, Casimiro de Abreu, Cordeiro, Nova Friburgo, Mendes, Piraí, Resende, Rio das Ostras, Silva Jardim e Volta Redonda) passarão a fazer parte do projeto que já beneficiou Araruama, Areal, Búzios e Valença na fase piloto. Representantes da área de educação dos novos locais que receberão o programa estiveram hoje na sede da autarquia para conhecer os objetivos e as funcionalidades da ferramenta tecnológica que será utilizada para melhorar a gestão pública, com foco primeiramente na área de educação.

A previsão é que em abril de 2014 os profissionais já estejam capacitados a operar a solução e dar início ao processo de modernização da gestão em cada cidade. A gerente do projeto no Proderj, Dayse Viana, apresentou o programa Municípios Eficientes que utiliza o software e-cidade. Ela esclareceu o motivo da escolha dessa solução por ser robusta, ter uma estrutura tecnológica atualizada e com recursos de BI (Business Intelligence).

Disponível no Portal do Software Público Brasileiro, o e-cidade é bastante abrangente, pois é composto de módulos como saúde, financeiro, patrimonial, recursos humanos, entre outros. Na fase inicial do projeto, em 2011, foram implantados o módulo tributário em Araruama e o de educação em Areal, Valença e Búzios. No entanto, com a expansão, a melhoria da gestão será focada, primeiramente, na área estratégica que é educação.

Com isso, entre os benefícios, estão: aprimorar a gestão nas secretarias municipais, envolvendo creches e escolas, produzir informações condensadas com maior rapidez para a tomada de decisão e garantir melhor qualidade de serviços aos profissionais de educação das prefeituras. Cabe aos municípios definir equipes responsáveis pelo programa em cada cidade, alimentar o sistema nas escolas, buscar soluções de conexão com internet nas unidades escolares e disponibilizar dados do último censo para início do programa.

Entre algumas funções do Proderj, estão as de ser o responsável técnico pelo programa, auxiliar o município na solução de eventuais problemas de infraestrutura e ajuda-lo também na busca de soluções para os links de conexão a fim de garantir o funcionamento pleno do sistema. Como grande parceira do projeto, a autarquia acredita na importância de se utilizar as melhores práticas de TI para apoiar os municípios, garantindo assim um avanço em todo o estado.

- Sabemos da relevância de se ter todas as informações integradas e a tecnologia é parte fundamental deste grande desafio. Acredito no êxito da implementação do programa nos próximos municípios, assim como aconteceu na fase inicial. E tenho certeza de que a ferramenta escolhida ajudará o trabalho desses profissionais, para que com a ajuda da tecnologia a área de Educação esteja compatível com o esforço de cada um. Temos um carinho bastante especial com este projeto idealizado pelo Governo do Estado através da Seplag, que desde o início contou com o nosso apoio – afirmou o presidente do Proderj, Paulo Coelho.

A professora municipal de Areal e responsável por coordenar o projeto no município, Jussara Argon, ressaltou que a solução implementada na cidade através do programa teve uma boa aceitação por parte dos profissionais de educação, pois está tudo muito prático e claro.

- Um dos grandes benefícios da ferramenta é que agora todos os relatórios são gerados automaticamente, deixando de lado o antigo hábito de elaborar tudo a mão – disse a professora.

O uso da solução propicia a atualização de dados em tempo real e a geração de relatórios atualizados, permitindo o cadastro de professores e alunos, a emissão de listas de chamadas, a transferência automática da Rede Escolar, a emissão e controle de boletins, entre outras informações. O secretário de educação de Arraial do Cabo, Luiz Claudio Mendonça, e a secretária de Mendes, Leda Teixeira, mostraram grande entusiasmo com a iniciativa.

No caso de Mendes, por exemplo, o sistema ajudará no controle e na transparência da distribuição da alimentação escolar, gerando também economia com transportes, já que os documentos que antes eram transportados nos veículos poderão ser disponibilizados em tempo real na internet. Para Mendonça, a troca de experiências entre os municípios será fundamental.

O programa Municípios Eficientes ainda conta com apoio da Secretaria de Ciência e Tecnologia, através da Faperj (Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro) e da Aemerj (Associação Estadual de Municípios do Rio de Janeiro).

Fonte: Assessoria de Comunicação do Proderj

Inscreva-se para se manter atualizado e receber notícias sobre o meu mandato para a sua cidade.

Comentários no Facebook

Você também pode gostar de

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS

  • Facebook

  • Twitter

  • Instagram

  • Youtube

  • Linkedin