BAIXE O MEU APP

Notícias

Você está aqui

Município de Volta Redonda vai ganhar Polo Metalmecânico que deve gerar cerca de 3,5 mil empregos

Município de Volta Redonda vai ganhar Polo Metalmecânico que deve gerar cerca de 3,5 mil empregos

Em uma solenidade no final da manhã desta quinta-feira, o prefeito Samuca Silva (Sem Partido) iniciou a cerimônia de assinatura para a criação do Complexo Metalmecânico com a participação de pelo menos oito empresas que gerarão cerca de 3,5 mil empregos e a assinatura do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), entre a Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) e entidades públicas, que prevê investimentos na cidade da ordem de R$ 300 milhões, em seis anos. O governador Luiz Fernando Pezão e o presidente da CSN, Benjamin Steinbruch estiveram presentes.

Em seu discurso, o prefeito agradeceu as parcerias e falou da importância do diálogo. Samuca lembrou ainda que, mesmo sem conhecer Steinbruch percebeu que o diálogo seria o melhor caminho para ajudar o desenvolvimento do município.  “A implantação do polo Metalmecânico hoje em Volta Redonda é resultado de um trabalho que vem sendo feito desde 2016 quando fui eleito prefeito e mesmo antes da minha posse. Tinha certeza da importante desse diálogo com CSN pelo fato da empresa ser a maior da cidade”, declarou, lembrando que com o diálogo conseguiu manter a empregabilidade, mesmo com a crise o país enfrenta.

Ainda em seu discurso, o prefeito lembrou que foi também com muita conversa com o Governo do Estado, que conseguiu inaugurar a Rodovia do Contorno e colocar 30% do Hospital Regional em funcionamento. Além disso, quer inaugurar em dezembro a Arena Esportiva, no bairro Voldac.

Samuca fez questão de agradecer os representantes das empresas que vão se instalar no município e que participaram da solenidade de assinatura. “O esforço do Governo Estadual foi fundamental para garantir incentivos fiscais e a implantação do polo Metalmecânico em Volta Redonda. Foi um trabalho conjunto e acredito que a desburocratização torna o município apto para empreendedorismo”, destacou Samuca. Disse ainda que toda Região Sul Fluminense será beneficiada com a chegada dessas novas empresas. Disse que tem que ser vistos como uma região forte e não como municípios isolados.

As empresas que serão instaladas são: Multiaços, Steel Service, Brastil (Mastra), Tuberfil, Soufer, Kloeckner & Co, Perfimax e Prada Embalagem. De acordo com o documento assinado, a CSN buscará atrair empreendimentos industriais, vinculados à sua atividade, além de capacitar a mão de obra local.

O governador Luiz Fernando Pezão, agradeceu os empresários envolvidos no projeto que escolheram o Estado do Rio de Janeiro para investir. Lembrou que garantiu o os incentivos fiscais e está feliz em receber tantas novas empresas no Estado. “Não é fácil vencer a burocracia. A implantação do polo empresarial e o investimento de R$ 300 milhões no meio ambiente vão gerar empregos e movimentar a economia”, declarou, ressaltando que é a geração de empregos que devolve a dignidade às pessoas, melhora a segurança e a saúde. Lembrou ainda que Volta Redonda está dando um grande passo para alcançar essa meta.

MARCA DEFINITIVA

O presidente da CSN, por sua vez, fez questão de falar dos empresários que decidiram investir em Volta Redonda. Para ele, a implantação do polo Metal Mecânico em Volta Redonda deixa uma marca definitiva e profunda na região. Lembrou que esse é um momento histórico e que todas as cidades do entorno serão beneficiadas com a chegadas das novas empresas  e o investimento de R$ 300 milhões que a Companhia irá fazer para a implantação do Plano Diretor Ambiental na cidade. “No início eu não conhecia o prefeito e mesmo assim fui ouvindo e atento aos projetos apresentados por ele. Hoje, estamos aqui anunciando um grande investimento que deverá gerar até 3,5 mil empregos”, disse Steinbruch, ressaltando que o objetivo é incentivar a criação de mais empresas não só para a cidade, mas para toda região.

Durante a assinatura do documento entre a Prefeitura, Governo do Estado e CSN, o presidente da Companhia disse que a iniciativa viabiliza a implantação do Polo Metalmecânico em Volta Redonda. “A princípio, a instalação de oito empresas do setor e mais três ligadas à própria CSN, celebra a chegada do polo que fará desta região a mais competitiva no setor Metal Mecânico”, relatou.

Na cerimônia de assinaturas dos dois compromissos, além dos representantes das empresas, estiveram presentes também outras autoridades e prefeitos da região, como os deputados estaduais Christino Áureo (Progressistas), que foi eleito deputado federal, Gustavo Tutuca (MDB) e André Correa (DEM), reeleitos, Luiz Antônio Corrêa (DC), eleito deputado federal, e Marcelo Cabeleireiro (DC), de Barra Mansa, eleito deputado estadual, além dos prefeitos Rodrigo Drable (MDB), de Barra Mansa, José Osmar de Almeida (PR), de Rio Claro, Ednardo Barbosa (MDB), de Pinheiral, Luiz Antônio da Silva Neves (PDT), de Piraí, e Ailton Marques (PDT), de Porto Real.

NEGOCIANDO PARA BARRA MANSA

Durante o encontro realizado em Volta Redonda, o prefeito de Barra Mansa, Rodrigo Drable, iniciou as negociações  com o presidente da CSN Benjamin Steinbruch, e o presidente da Prada Embalagens, Luiz Daury Ferreira Halembeck, para a instalação de uma nova empresa do grupo nos galpões da antiga Litográfica Matarazzo, no bairro Santa Clara. A empresa está desativada há mais de dez anos.

“Já acertamos para a próxima semana uma reunião para debater a possibilidade de reativar esse importante equipamento de geração de empregos e negócios em nossa cidade”, disse.

Inscreva-se para se manter atualizado e receber notícias sobre o meu mandato para a sua cidade.

Comentários no Facebook

Você também pode gostar de

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS

  • Facebook

  • Twitter

  • Instagram

  • Youtube

  • Linkedin