BAIXE O MEU APP

Notícias

Você está aqui

Obras do tronco coletor Cidade Nova alteram trânsito a partir deste sábado

Obras do tronco coletor Cidade Nova alteram trânsito a partir deste sábado

A partir deste sábado, dia 16/12 até o dia 30 de abril, será interditada uma faixa de rolamento da Av. Francisco Bicalho, localizada na pista interna, sentido Centro, em trecho junto à Estação da Leopoldina, a partir do cruzamento com a Rua Francisco Eugênio. A interdição será necessária para o prosseguimento das  obras do Coletor Tronco da Cidade Nova, que fazem parte do Programa de Saneamento Ambiental dos Municípios do Entorno da Baía de Guanabara (PSAM). Durante este período, agentes da CET-Rio; da concessionária Porto Novo e da empresa que realizará as obras atuarão no trecho.

O objetivo desta obra é evitar o despejo de esgoto não tratado no Canal do Mangue e, consequentemente, melhorar o saneamento ambiental da Baía de Guanabara. A obra do Coletor Tronco beneficiará 163 mil habitantes de seis bairros: Cidade Nova, Centro, Catumbi, Rio Comprido, Estácio e Santa Teresa.

O Programa de Saneamento Ambiental dos Municípios do Entorno da Baía de Guanabara (PSAM) é coordenado pela Secretaria do Ambiente (SEA), por meio de um contrato de financiamento do Governo do Estado do Rio de Janeiro com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

A obra consiste na implantação do Coletor Tronco para captação de esgoto e conexão com o coletor-tronco Centro, com destino final na ETE Alegria para tratamento adequado do esgosto. A extensão total do coletor será de 4,5 km, sendo 2,5 km em 1.000mm de diâmetro e o restante com 1.500mm e passará pelas ruas Benedito Hipólito, Afonso Cavalcanti, região do Teleporto, Paulo de Frontin, Francisco Bicalho, Francisco Eugênio, Melo e Souza e São Cristóvão. Seu assentamento estará entre cinco e dezenove metros de profundidade.

Para reduzir o impacto da instalação de tubulação em uma área densamente povoada e com trânsito intenso, o consórcio CT Cidade Nova realiza a obra por meio de método não destrutivo, utilizando a tecnologia Shield, que dispõe de equipamento que escava a terra por baixo do asfalto, instalando a tubulação sem barulho e poeira, visando menor transtorno para a população.

Inscreva-se para se manter atualizado e receber notícias sobre o meu mandato para a sua cidade.

Comentários no Facebook

Você também pode gostar de

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS

  • Facebook

  • Twitter

  • Instagram

  • Youtube

  • Linkedin