BAIXE O MEU APP

Notícias

Você está aqui

Atividades educativas agitam o Dia Mundial do Meio Ambiente no Estado do Rio

Atividades educativas agitam o Dia Mundial do Meio Ambiente no Estado do Rio

Uma série de atividades em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente (5/6) agitaram o final de semana em parques estaduais e outros locais de beleza natural do Estado do Rio. Mutirões de limpeza, plantio de mudas e oficinas de reciclagem foram algumas das ações organizadas por agentes da Secretaria de Estado do Ambiente (SEA) e do Instituto Estadual do Ambiente (Inea) com o objetivo de disseminar atitudes sustentáveis entre a população fluminense.

“Promovemos uma série de ações de educação e lazer com a temática ambiental buscando fortalecer o sentimento de pertencimento da população com os parques estaduais. Estamos felizes com o resultado positivo das iniciativas, mas é importante que a população pratique atitudes sustentáveis não somente na Semana do Meio Ambiente, mas durante todo o ano. A preservação da humanidade depende da preservação da natureza”, disse o secretário estadual do Ambiente, André Corrêa.

Na Praia de Icaraí, em Niterói, agentes ambientais da Superintendência Regional da Baía de Guanabara (SUPBG) do Inea realizaram, neste sábado (4/6), oficinas de reciclagem do projeto Ecocultural. Quem caminhava pela orla da praia pôde participar de aulas dos diferentes módulos do projeto, como o Ecomúsica, Ecodesign e Ecomoda, aprendendo a construir instrumentos musicais a partir do reaproveitamento do lixo, produzir mobiliário e peças para o lar com restos de obras e móveis, e confeccionar novas e criativas peças de vestuário, utilizando sobras de tecido e roupas usadas.

Em Maricá, técnicos do SUPBG e voluntários fizeram um mutirão de limpeza, neste domingo, na bela e desafiadora trilha Gruta do Spar. O Clube Niteroiense de Montanhistas reforçou a coleta do lixo descartado na trilha, que tem como principais atrações cavernas de até 3 metros de altura.

No Parque Estadual da Serra da Concórdia, em Valença, Região Sul Fluminense, guarda-parques do Inea, voluntários da Ong do Projeto Onça Pintada e professores da rede municipal de ensino plantaram dezenas de mudas de espécies nativas da Mata Atlântica. Os exemplares foram distribuídos ao longo da trilha do mirante da Serra da Concórdia e contou com a orientação e auxílio dos guarda-parques. 

Uma outra ação de plantio de vegetação ciliar reuniu cerca de 40 pessoas, entre visitantes, escoteiros e agentes ambientais, neste sábado, na localidade do açude do Camorim, no Parque Estadual da Pedra Branca, na Zona Oeste do Rio. Até chegar ao açude os participantes percorreram quatro quilômetros de trilha coletando o lixo descartado no chão. 

No Parque Estadual dos Três Picos, atividades de educação ambiental ocorreram simultaneamente na sede de Cachoeiras de Macacu, Nova Friburgo e Teresópolis, na Região Serrana do Rio. Oficinas de educação ambiental, caminhada e corrida ecológicas foram algumas das atividades que a gestão do parque ofereceu para a população, neste domingo (5/6), em celebração ao aniversário da unidade de conservação.

Em Cachoeiras de Macacu, os visitantes puderam participar de observação de aves com guias locais, caminhadas pela trilha interpretativa do Jequitibá Milenar e do Mirante e de oficinas de educação ambiental. No local, foi inaugurado o Espaço Aline Germano e Wellington Lyra, em homenagem ao jovem casal de conselheiros da Unidade, que infelizmente, faleceu em um acidente de carro.

Em Nova Friburgo aconteceu a corrida de montanha - que é parte do circuito brasileiro de corridas de montanha. Durante o trajeto, os atletas percorreram subidas e descidas da montanha, com passagens por trilha e travessia de riachos.

Em Teresópolis houve caminhada ecológica até a antiga represa, passando pelo Bosque da Preguiça, Prainha e Estrada Velha, além de ações de limpeza da floresta

Ações de educação ambiental também ocorreram no Espaço Encontro das Águas, às margens da Lagoa Rodrigo de Freitas, Zona Sul do Rio. A programação incluiu oficinas de colorir para as crianças, aula de produção de sabão a partir de óleo vegetal, oficina interativa de pintura em tela e exposição de equipamentos para combate à incêndios florestais utilizados pelos guarda-parques, além de outras brincadeiras de integração, como a ciranda. 

Durante o evento foram distribuídos funis para incentivar a população a coletar óleo de cozinha usado, a partir do Programa de Reaproveitamento do Óleo Vegetal (Prove). A iniciativa estimula a coleta de óleo de cozinha usado a partir de cooperativas de catadores de materiais recicláveis. O óleo coletado é utilizado como matéria prima para fabricação de sabão pastoso e na produção de biodiesel.

“Além de ser uma oportunidade de reforçamos nossas ações de conscientização ambiental junto à população, a Semana do Meio Ambiente é para nós, equipe do Inea, uma oportunidade de nos abstrair da rotina do dia a dia para sentir e observar nos rostos das crianças que participam das nossas atividades de educação ambiental a verdadeira importância do nosso trabalho. É através desse contato que recarregamos nossas baterias para continuarmos nessa luta incansável pela proteção do nosso maior patrimônio que é a qualidade de vida neste planeta”, disse o presidente do Instituto Estadual do Ambiente, Marcus Lima.

Inscreva-se para se manter atualizado e receber notícias sobre o meu mandato para a sua cidade.

Comentários no Facebook

Você também pode gostar de

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS

  • Facebook

  • Twitter

  • Instagram

  • Youtube

  • Linkedin