BAIXE O MEU APP

Notícias

Você está aqui

Unidade de conservação do Paraíba do Sul será lançada hoje no II Encontro dos Secretários de Meio Ambiente dos Estados da Mata Atlântica

Unidade de conservação do Paraíba do Sul será lançada hoje no II Encontro dos Secretários de Meio Ambiente dos Estados da Mata Atlântica

O secretário do Ambiente do Rio, André Corrêa, destaca a importância do Refúgio da Vida Silvestre para a segurança hídrica do Estado do Rio de Janeiro e garantia da conservação e reprodução de espécies ameaçadas de extinção

Quando: Quinta-feira (19/5); às 15h

Onde: Auditório do prédio anexo do Palácio Guanabara, Rua Pinheiro Machado, s/nº, Laranjeiras

A região do Médio Paraíba do Sul fluminense vai ganhar uma unidade de conservação. O decreto que cria o primeiro Refúgio de Vida Silvestre estadual, nas margens do Rio Paraíba do Sul, foi assinado pelo governador em exercício Francisco Dornelles, nesta terça-feira (18/05).

Trata-se de uma nova unidade de conservação, da Represa do Funil, na divisa com São Paulo, até o município de Três Rios, no sul Fluminense. 

Com mais de  11 mil hectares, cerca de 110 milhões de metros quadrados, o Refúgio da Vida Silvestre vai contribuir para a segurança hídrica do Estado do Rio de Janeiro, já que o Paraíba do Sul é responsável pelo abastecimento de cerca de 12.5 milhões de pessoas, 85% da população do Estado do Rio, e vai abranger mais de 130 córregos e nascentes; proteger 63 ilhas fluviais, essenciais à reprodução das espécies nativas do rio (ninhais de aves, sítios para a construção dos ninhos de tartarugas e jacarés, além das corredeiras, fundamentais para a reprodução de peixes); e garantir a conservação e a reprodução de espécies ameaçadas de extinção, como o cágado-do-paraíba (Mesoclemmys hogei) e o surubim-do-paraíba (Steindachneridion parahybae).

A nova unidade de conservação abrange 13 municípios do Médio Paraíba, a maioria dos quais não conta com unidade de conservação em seus limites: Três Rios, Paraíba do Sul, Rio das Flores, Vassouras, Valença, Barra do Piraí, Pinheiral, Volta Redonda, Barra Mansa, Quatis, Porto Real, Resende e Itatiaia.

O lançamento da Unidade de Conservação do Paraíba do Sul acontece hoje, durante o II Encontro dos 17 Secretários de Meio Ambiente dos Estados da Mata Atlântica que será realizado, no Palácio Guanabara.

II Encontro dos Secretários de Meio Ambiente dos Estados da Mata Atlântica

O secretário estadual do Ambiente, André Corrêa, recebe no Palácio Guanabara, nesta quinta-feira (19/5), gestores da área ambiental de 17 Estados da Mata Atlântica. 

Os secretários apresentarão as iniciativas realizadas, ao longo do último ano, para ampliar a cobertura de Mata Atlântica e perseguir o desmatamento zero deste importante bioma até 2018.  As metas constam no documento “Nova História para a Mata Atlântica” firmado entre esses secretários e a Fundação SOS Mata Atlântica no I Encontro realizado em 2015. A carta, incluindo a lista dos secretários signatários, está disponível para consulta em:  https://goo.gl/pzBzdK.

O ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, o presidente e a diretora-executiva da Fundação SOS Mata Atlântica, Pedro Passos, e Márcia Hirota, respectivamente, estarão presentes no encontro.

Programação do II Encontro dos Secretários de Meio Ambiente dos Estados da Mata Atlântica:

Moderação: Malu Ribeiro, coordenadora da Rede das Águas da Fundação SOS Mata Atlântica.

Boas-vindas: André Corrêa, Secretário de Estado do Ambiente do Rio de Janeiro

Introdução e recapitulação dos compromissos assumidos na carta “Nova História para a Mata Atlântica”: Marcia Hirota, diretora-executiva da Fundação SOS Mata Atlântica

O Novo Código Florestal nos Estados da Mata Atlântica – avanços e desafios: Mario Mantovani, diretor de Políticas Públicas da Fundação SOS Mata Atlântica

Apresentação dos secretários e/ou representantes sobre as iniciativas realizadas pelo Estado no último ano para alcançar as metas propostas, além de ações e investimentos planejados para os próximos anos:

André Corrêa, Secretário de Estado do Ambiente do Rio de Janeiro;

Alexandre Waltrick Rates, presidente da Fundação do Meio Ambiente do Governo de Santa Catarina;

Aladim Fernando Cerqueira, secretário de Estado de Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Espírito Santo; 

Artur José Vieira Bruno, Secretário de Estado do Meio Ambiente do Ceará; 

Sérgio Xavier, Secretário de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Pernambuco;

Ziza Carvalho, Secretário do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Piauí;

José Mairton Figueiredo de França, Secretário de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos do Rio Grande do Norte;

Olivier Ferreira das Chagas, Secretário de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos de Sergipe;

Patrícia Faga Iglecias Lemos, Secretária de Estado do Meio Ambiente de São Paulo;

Carlos Eduardo Gomes Barretto, representante da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos de Alagoas;

Fabiano Carvalho de Lucena, representante da Secretaria de Estado dos Recursos Hídricos, do Meio Ambiente e da Ciência e Tecnologia da Paraíba; 

Diego de Melo Pereira, representante da Secretaria de Estado do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável do Rio Grande do Sul;

Paulino Heitor Mexia, secretário em exercício de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Paraná;

Rogério Rocha, secretário executivo do Meio Ambiente de Goiás;

Ricardo José Senna, secretário adjunto do Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico de Mato Grosso do Sul;

Marília Carvalho de Mello, subsecretária de Fiscalização Ambiental da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Minas Gerais​.

Inscreva-se para se manter atualizado e receber notícias sobre o meu mandato para a sua cidade.

Comentários no Facebook

Você também pode gostar de

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS

  • Facebook

  • Twitter

  • Instagram

  • Youtube

  • Linkedin