BAIXE O MEU APP

Notícias

Você está aqui

Inea monitora período reprodutivo de tartarugas marinhas no Norte do RJ

Inea monitora período reprodutivo de tartarugas marinhas no Norte do RJ

55 desovas foram registradas desde setembro no Parque da Lagoa do Açu.
Tartarugas marinhas da espécie cabeçuda procuram a localidade.

 

Agentes do Instituto Estadual do Ambiente (Inea) e do Projeto Tamar registraram 55 desovas de tartarugas marinhas com cerca de 5.500 ovos, dentro e no interior do Parque Estadual da Lagoa do Açu desde setembro até o momento. De setembro a março, dezenas de tartarugas marinhas da espécie cabeçuda (Caretta caretta) procuram a localidade  para desovar. O fenômeno é monitorado pela equipe da unidade de conservação, em parceria com o Projeto Tamar.

 

Segundo o Inea, na última temporada reprodutiva (2015/2016) a Base Bacia de Campos do Projeto Tamar, que monitora aproximadamente 105 quilômetros de praias, abrangendo os municípios de Campos, São João da Barra e São Francisco de Itapaboana, protegeu 2.898 desovas e liberou ao mar aproximadamente 222 mil filhotes.

 

“É um trabalho muito importante para a preservação da nossa fauna. No início do ano, tivemos mais uma inédita eclosão de ovos da espécie de tartaruga cabeçuda (Caretta caretta) no Parque Estadual da Ilha Grande. A desova aconteceu no início de janeiro na Praia de Lopes Mendes”, ressaltou o secretário estadual do Ambiente, André Corrêa.

Com área aproximada de 8.251 hectares, o Parque Estadual da Lagoa do Açu abrange partes dos municípios  de Campos e São João da Barra, no Norte Fluminense.​

 

Por G1 Norte Fluminense

Foto: Pedro Caetano

 

Fonte: Portal G1 - http://g1.globo.com/rj/norte-fluminense/noticia/2016/10/inea-monitora-pe...

Inscreva-se para se manter atualizado e receber notícias sobre o meu mandato para a sua cidade.

Comentários no Facebook

Você também pode gostar de

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS

  • Facebook

  • Twitter

  • Instagram

  • Youtube

  • Linkedin