BAIXE O MEU APP

Olá, faça seu login ou cadastre-se.

Você está aqui

Instituto Estadual do Ambiente realiza consulta pública para criação do Refúgio da Vida Silvestre Estadual da Serra da Estrela, em Petrópolis

Instituto Estadual do Ambiente realiza consulta pública para criação do Refúgio da Vida Silvestre Estadual da Serra da Estrela, em Petrópolis

Nesta sexta-feira (31/03), o Instituto Estadual do Ambiente (Inea) promoveu a primeira consulta pública para a criação do Refúgio de Vida Silvestre (REVIS) Estadual da Serra da Estrela, em Petrópolis, na Região Serrana do Rio. A reunião foi realizada no Teatro Dom Pedro, no Centro da Cidade Imperial, onde foi apresentado abertamente à população a importância da criação da unidade de conservação para a proteção do importante trecho de floresta na Serra da Estrela.

 

A serra forma um importante corredor natural, localizado entre a Reserva Biológica Federal do Tinguá e o Parque Nacional da Serra dos Órgãos. Com aproximadamente cinco mil hectares, a nova unidade de conservação abrangerá partes dos municípios de Petrópolis, Magé e Duque de Caxias.

 

“A criação dessa unidade de conservação além de proteger esse importante patrimônio ambiental que é a Serra da Estrela vai ao encontro do grande potencial turístico que a região possui. Mesmo sendo de proteção integral, os visitantes terão a oportunidade de vivenciar o contato com a natureza e contemplar a exuberante beleza dessa nova unidade de conservação, o que se torna positivo para o desenvolvimento de toda a região”, destaca o secretário de Estado do Ambiente licenciado, André Corrêa.

 

A proposta de criação REVIS da Serra das Estrelas tem o objetivo de fornecer suporte à fauna e flora nativas, endêmicas de Mata Atlântica, além do refúgio às espécies migratórias, raras e ameaçadas de extinção. Entre as espécies nativas da região, destacam-se o sapinho pingo-de-ouro (Brachycephalus margaritatus), entre os anfíbios; o pixoxó (Sporophila frontalis) e o macuco (Tinamus solitarius) entre as aves e o sagui-da-serra-escura (Callithrix aurita) e o mico-leão-dourado (Leontopithecus rosalia) entre os mamíferos.

 

“Para nós, a interação homem e natureza está intimamente relacionada à proteção da biodiversidade e dos serviços ambientais. Tudo sob os olhares dos técnicos e especialistas, e da população como um todo”, disse o presidente do Instituto Estadual do Ambiente, Marcus Lima.

 

A população de Petrópolis recebeu positivamente a proposta de criação do REVIS Estadual da Serra da Estrela, elaborada pela empresa de consultoria Essati Engenharia Ltda. As próximas consultas públicas para a criação desta nova unidade de conservação serão realizadas nos municípios de Magé e Duque de Caxias.

 

Por Ascom SEA/Inea

Inscreva-se para se manter atualizado e receber notícias sobre o meu mandato para a sua cidade.

Comentários no Facebook

Você também pode gostar de