BAIXE O MEU APP

Notícias

Você está aqui

Projeto Ambiente Animal vai abraçar o município de Petrópolis até o início de novembro

Projeto Ambiente Animal vai abraçar o município de Petrópolis até o início de novembro

Iniciativa foi concebida para minimizar os impactos causados por cães e gatos na fauna silvestre das unidades de conservação

O Projeto Ambiente Animal, iniciativa da Secretaria de Estado do Ambiente e coordenado e executado pelo Viva Rio, chegou  ao município de Petrópolis, na Região Serrana do Rio.

O Projeto Ambiente Animal foi concebido com a finalidade de minimizar os impactos causados por cães e gatos na fauna silvestre das unidades de conservação. Esses impactos estão frequentemente associados a condutas inadequadas e até mesmo ilegais dos seus tutores/donos. Dentre elas a principal é o abandono. Estes animais, quando abandonados em áreas naturais e seu entorno, podem causar danos ao se alimentarem da fauna nativa, competir por alimento, além de disseminar doenças e parasitas.

Para minimizar esses impactos, essa iniciativa irá promover atividades de educação e sensibilização ambiental com o objetivo de apresentar às comunidades a importância da guarda responsável para a saúde do bichinho, do ser humano e para a conservação da fauna silvestre; além de uma pesquisa na qual constará o andamento e os resultados do projeto nas comunidades contempladas. Também serão realizadas as castrações de cães  e gatos que vivem no entorno dessas unidades de conservação.

As cirurgias, que começam nesta terça-feira (9/10), serão realizadas no contêiner do projeto, instalado no Parque Municipal de Petrópolis, em Itaipava.  Os cadastros dos animais serão efetuados por mobilizadores do projeto, que são os agentes comunitários de saúde, servidores da vigilância em saúde e técnicos da Reserva Biológica Estadual de Araras.  Os moradores interessados em castrar seu animal estão sendo devidamente instruídos e cadastrados seguindo os critérios estabelecidos pelo Ambiente Animal.

“É com grande prazer que chegamos a Petrópolis. Tenho certeza que desenvolveremos um belo trabalho na área, já contando com o apoio da Secretaria de Saúde e das Unidades de Conservação envolvidas, potencializando o trabalho”, relatou a coordenadora de Projetos Socioambientais do Viva Rio, Márcia Rolemberg.

De acordo com o Protocolo estabelecido pelo Ambiente Animal, os critérios para a castração são: cães e gatos de peso adequado ao seu porte e idade (entre 6 meses e 6 anos, até 20 kg), apresentar boa saúde e não ser portador de nenhuma doença crônica respiratória, cardíaca, hepática, renal, neurológica etc e não apresentar um nível de agressividade que impossibilite seu domínio por parte do tutor.

Os animais serão avaliados por veterinários no dia da castração e só serão operados aqueles que atenderem aos critérios estabelecidos. Os critérios e instruções pré e pós-operatórios que serão passadas aos tutores dos animais cadastrados. A equipe do projeto Ambiente Animal pede aos tutores que só agendem a cirurgia para a castração de seus bichinhos se tiverem certeza de que não irão faltar ao dia marcado, já que o número de faltas tem sido grande.

Inscreva-se para se manter atualizado e receber notícias sobre o meu mandato para a sua cidade.

Comentários no Facebook

Você também pode gostar de

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS

  • Facebook

  • Twitter

  • Instagram

  • Youtube

  • Linkedin