BAIXE O MEU APP

Notícias

Você está aqui

Secretaria do Ambiente entrega licença para Usina em Porto Real capaz de evitar que 1000 toneladas de óleo de cozinha usado cheguem aos corpos hídricos todos os meses

Quando: Segunda-feira 13/06; às 9h30
Onde: Avenida Dom Pedro II, 4040 - Centro; município de Porto Real 

Na próxima segunda-feira (13/06) o secretário Estadual do Ambiente, André Corrêa, fará a entrega da Licença de Instalação (LI) à UsinaOlfar cuja nova sede está localizada no município de Porto Real, na região sul Fluminense. O novo parque industrial possui uma área de 13.569 metros quadrados e irá gerar cerca de 50 empregos diretos e centenas de indiretos.

Há 27 anos no ramo de alimento e energia, com Matriz no município de Erechim, no Rio Grande do Sul, a usina tem capacidade para produzir 450 toneladas/dia de biocombustível, a partir de processos de transesterificação e esterificação, utilizando óleo vegetal (OVR), gordura animal e óleo de soja como matérias primas, produzindo glicerina bruta e ácido graxo durante seu processo de elaboração. 

Com investimentos na ordem de 30 milhões de reais, a Olfar vai proporcionar a compra de 1000 toneladas/mês de óleo de cozinha já processado, hoje um grande poluidor do Meio-Ambiente, contribuindo para o desenvolvimento econômico  e sustentável do Estado do Rio. A meta da usina é negociar em um ano o dobro dessa quantidade, podendo chegar a comprar 5 mil toneladas de óleo usado de cozinha nos próximos três anos.

Para o secretário André Corrêa "o funcionamento desta usina vai impulsionar o Programa de Reaproveitamento de Óleos Vegetais da Secretaria do Ambiente, o Prove, e contribuir para que cada vez menos os corpos hídricos de nosso estado recebam resíduos poluentes como o óleo de cozinha saturado."

Em parceria com o Programa de Reaproveitamento de Óleo Vegetal da SEA, a Olfar pretende otimizar o reaproveitamento do óleo saturado, e fomentar toda a cadeia que envolve o processo da produção do biodiesel, desde a ponta até à dona de casa consciente que armazena o óleo usado, 

Programa de Reaproveitamento de Óleo Vegetal - PROVE

O Programa de Reaproveitamento de Óleos Vegetais do Estado do Rio de Janeiro (Prove) foi criado pela Secretaria de Estado do Ambiente (SEA/RJ), com o objetivo de evitar o despejo de óleo de cozinha usado em corpos hídricos, ao estimular sua coleta e a reutilização na produção de sabão e de fontes alternativas de energia, como o biodiesel.

Atualmente, a maior parte do óleo vegetal é despejada em ralos, comprometendo as tubulações dos edifícios e das redes de tratamento de esgoto. Nas regiões onde não há rede coletora, o óleo vai diretamente para os rios e lagoas, aumentando significativamente a poluição e a degradação ambiental. Essa prática acarreta prejuízos à população, às concessionárias de saneamento e aos governos.

Além do aspecto ambiental, outro viés importante para este Programa é o social. Seguindo a lógica do Programa Ambiente Solidário, do qual o PROVE é parte, incentiva a criação de emprego, a geração de renda e a melhoria da qualidade de vida de famílias em vulnerabilidade social.  Fomenta a criação de  cooperativas de coleta seletiva de resíduos sólidos e líquidos (no caso, o óleo de cozinha) e a geração de trabalho e renda para os catadores organizados.

O Prove tem dialogado também com prefeituras, a iniciativa privada e organizações sociais como condomínios, associações de moradores e escolas públicas, estabelecendo parcerias focadas na coleta de óleo de cozinha. Estamos finalizando um termo de cooperação com a Igreja Católica com o início programado para julho. O Programa já está com vistoria agendada para o município de Valença com o objetivo de fortalecer uma implantação de um projeto piloto de coleta de óleo visando assim aumentar sua permebilidade ao longo do Estado.

A Secretaria do Ambiente também criou outra ação para impulsionar o programa: inseriu o Prove no calculo do ICMS Verde. Os municípios que avançarem na coleta de óleo de cozinha usado poderão ter maior repasse do tributo.

Para mais informações sobre a retirada de óleo de estabelecimentos comerciais ou condomínios, os interessados devem contatar o Prove pelo telefone (21) 2334-5902  (21)2334-5354, de segunda-feira a sexta-feira, das 10h às 18h. Email: [email protected]

Inscreva-se para se manter atualizado e receber notícias sobre o meu mandato para a sua cidade.

Comentários no Facebook

Você também pode gostar de

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS

  • Facebook

  • Twitter

  • Instagram

  • Youtube

  • Linkedin