BAIXE O MEU APP

Região Serrana

Você está aqui

Rio divulga 703 vagas de trabalho

Rio divulga 703 vagas de trabalho

O Governo do Estado do Rio de Janeiro, por meio da Secretaria de Trabalho e Renda e do Sistema Nacional de Empregos (Sine-RJ), informa a existência de 703 vagas de trabalho com carteira assinada em várias regiões do estado. Os salários podem chegar a até R$ 5 mil.  São 387 colocações para pessoas com deficiência.

 

Rio de Janeiro tem 850 novas vagas de emprego

Rio de Janeiro tem 850 novas vagas de emprego

O Governo do Estado do Rio de Janeiro, por meio da Secretaria de Trabalho e Renda e do Sistema Nacional de Empregos (Sine-RJ), divulga 850 vagas de emprego com carteira assinada em várias regiões do estado. Com exigência de formação entre os ensinos fundamental incompleto e o superior completo, as chances têm salários que podem chegar a até R$ 5 mil. São 387 colocações para pessoas com deficiência.

 

Estado do Rio de Janeiro abre novas vagas de emprego

Estado do Rio de Janeiro abre novas vagas de emprego
O Governo do Rio anuncia 1.650 vagas de trabalho com carteira assinada em várias regiões do estado. Com exigência de formação entre os ensinos fundamental incompleto e o superior completo, as oportunidades têm salários que podem chegar a até R$ 5 mil. São 147 colocações para pessoas com deficiência.
 

Secretaria de Trabalho e renda divulga 1.652 oportunidades

Secretaria de Trabalho e renda divulga 1.652 oportunidades

O Governo do Rio de Janeiro, por meio da Secretaria de Trabalho e Renda, divulga 1.652 chances de emprego com carteira assinada em várias regiões do estado. Com exigência de formação entre o ensino fundamental incompleto e o superior completo e com salários que podem chegar a até R$ 5 mil, as vagas são para ambos os sexos. Entre elas, estão 82 colocações para pessoas com deficiências.

Eduardo Eugenio: prorrogação da Lei da Moda é uma vitória

Eduardo Eugenio: prorrogação da Lei da Moda é uma vitória

A indústria fluminense conquistou, neste mês de agosto, um importante estímulo com a renovação da Lei 6.331/2012, que prorrogou por mais 15 anos, até dezembro de 2032, o incentivo fiscal ao setor têxtil. Conhecida como Lei da Moda, entrou em vigor em 2003, e, desde então, promoveu a atração de investimentos, gerando emprego e renda.

 

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS

  • Facebook

  • Twitter

  • Instagram

  • Youtube

  • Linkedin