BAIXE O MEU APP

Notícias

Você está aqui

Rio Barra Mansa começa a ser dragado

Rio Barra Mansa começa a ser dragado

Com o apoio da prefeitura, o Inea, através do programa Limpa Rio, iniciou a dragagem do rio que minimizará as enchentes contribuindo para a saúde pública e qualidade de vida dos moradores

O prefeito de Barra Mansa, Rodrigo Drable, e o coordenador do programa estadual Limpa Rio, Luiz Antônio Corrêa, lançaram nesta terça-feira, dia 15, o início da dragagem do Rio Barra Mansa, na altura do bairro Boa Sorte. A intervenção é fruto de uma parceria entre a prefeitura e o Inea (Instituto Estadual do Ambiente) com o apoio do deputado estadual André Corrêa. Há mais de 20 anos, os moradores vêm sofrendo com as enchentes durante o período de chuvas entres os meses de dezembro a março. Máquinas cedidas pelo Inea farão a retirada do lixo e desassoreamento para melhorar o escoamento com o objetivo de evitar as enchentes e alagamentos comuns na região, contribuindo para a saúde pública e aumento da qualidade de vida da população.

Além do prefeito e do coordenador do Limpa Rio, também estiveram presentes no lançamento a vice-prefeita de Barra Mansa, Fátima Lima; o secretário e subsecretário de Meio Ambiente, Carlos Roberto Carvalho, o Beleza, e Cláudio Cruz, o Baianinho; o diretor executivo do Saae-BM, Fanuel Fernando; o diretor executivo da Susesp, César Carvalho; o presidente da Câmara de Vereadores, Marcelo Borges e os vereadores Zélio Show, Gilson Poxa Vida, Jefferson Mamede, Marcell Castro, Wellington Pires, Elias do Corbama, Paulo Chuchu e Luis Antônio Cardoso; o presidente da CDL-BM, Xisto Vieira Neto, além de moradores e representantes comunitários do bairros cortados pelo rio que dá nome ao município.

Segundo o prefeito Rodrigo Drable a dragagem atingirá mais de três quilômetros de extensão do rio e deve durar cerca de quatro meses devido ao acúmulo de água e de entulhos. Ele destacou a importância da limpeza para a comunidade e agradeceu o apoio e parceria do coordenador do programa Limpa Rio, Luiz Antônio Corrêa. “Com o abandono do Rio Barra Mansa, nós acompanhamos o impacto negativo que a falta de limpeza causava na comunidade com constantes enchentes e perdas materiais. Precisávamos da colaboração da população para manter o rio limpo, mas também necessitávamos da infraestrutura necessária para realizar essa limpeza e com o programa Limpa Rio, mais uma vez isso será possível”, declarou, ressaltando que essa será a terceira intervenção do Limpa Rio no município: a primeira foi no Rio Turvo, no distrito de Amparo, e a segunda no Córrego Laranjeiras, no bairro Vista Alegre.

Realizado pelo Inea, o Programa Limpa Rio tem o objetivo da manutenção e limpeza dos leitos e margens dos corpos hídricos em todo o estado. Para o coordenador Luiz Antônio Corrêa, o programa é de fácil desenvolvimento, pois além de ser barato, contribui para o aumento da qualidade de vida da população ribeirinha. “Mesmo com a crise financeira, estamos conseguindo viabilizar o programa no estado. Será a terceira vez que Barra Mansa ganhará esse processo de dragagem de seus rios. Nosso objetivo é trazer tranquilidade para as famílias que moram próximos aos leitos dos rios e que na época de chuvas intensas costumam perder seus bens por conta de inundações e enchentes”.

Ele ainda completou que a parceria entre o Inea e a prefeitura de Barra Mansa se estenderá. “Passamos por um momento de corte de gastos na secretaria estadual do Ambiente e agora temos recursos para serem investidos. Em forma de compensação ambiental, através dos recursos adquiridos por meio de multas ambientais, iremos plantar cerca de 50 mil árvores no entorno do Rio Paraíba do Sul e do Rio Bananal”, afirmou.

PEDIDO JÁ É ANTIGO

O presidente da Associação de Moradores do Nova Esperança, Milton Avelino, afirma que o pedido para a limpeza do Rio Barra Mansa já é antigo e dura mais de 20 anos. “Desde 1998, a população que mora próxima aos rios vem pedindo pela dragagem do rio. Acredito que com essa intervenção, os riscos de enchentes e alagamentos vão diminuir bastante”, disse. Para a presidente da Associação dos Moradores do Boa Sorte e São Luiz I, Nádia Maciel Fragoso, o início da dragagem representa um sonho antigo sendo realizado. “Eu quero agradecer o prefeito Rodrigo Drable por atender essa solicitação dos moradores. Estou me sentindo como se tivesse ganhado na loteria, estou muito feliz com a tão sonhada dragagem. Será muito bom para a comunidade que sofre na época de chuvas”.

Ela conta que durante as chuvas, o rio já chegou a subir cerca de 1,80 m fazendo com que muitos moradores tivessem suas casas invadidas e bens materiais perdidos. Com a limpeza por parte do poder público, ela espera que as pessoas se conscientizem e cuidem do rio, não descartando materiais irregularmente. “Por curiosidade, eu contei os tipos de móveis e eletrodomésticos. Encontrei mais de 50 vasos sanitários, 54 colchões, 32 televisores, 17 sofás e muitos outros como camas e guarda-roupas. Eu não podia cobrar sem antes ter sido limpo, agora com a dragagem será possível cobrar desses moradores que não cuidam do rio”, reforçou Nádia.

Fonte: Blog Destaque Popular - 15/05/2018

https://destaquepopular.com.br/2018/05/15/rio-barra-mansa-comeca-a-ser-d...

Inscreva-se para se manter atualizado e receber notícias sobre o meu mandato para a sua cidade.

Comentários no Facebook

Você também pode gostar de

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS

  • Facebook

  • Twitter

  • Instagram

  • Youtube

  • Linkedin