BAIXE O MEU APP

Blogs

Com a palavra, o eleitor

Você está aqui

Com a palavra, o eleitor

Com a palavra, o eleitor

Amigos e amigas, durante a campanha o contato com o povo é muito mais intenso. E isso é ótimo. Fiz várias viagens, várias reuniões e encontros com as mais diversas pessoas.

Ouvi muitas boas ideias. Muitas análises precisas da situação do nosso estado e do Brasil.

Mas duas coisas que ouvi de várias pessoas ao longo da campanha eu não concordo.

A primeira é que “o meu voto não importa. É um só”. E para essas pessoas eu digo, com a certeza de quem já foi eleito 5 vezes para a Assembleia do nosso estado, que cada voto é muito importante. E não falo isso de forma matemática. Que apenas um voto pode decidir uma eleição. Não é isso. O que eu quero dizer é que é o voto que decide quem lidera o estado. E o estado somos todos nós.

Na hora que você vota, você precisa assumir o papel de também dirigir o nosso estado, cobrando, participando, sugerindo. Hoje eu, e a maioria dos políticos, estamos nas redes sociais. Ficou mais fácil e mais rápido você sugerir, criticar apoiar e porque não, elogiar todo e qualquer político, mesmo os que não tenham merecido o seu voto. Votar é apenas a primeira ação. O seu voto é muito importante porque ele representa a sua participação na direção do nosso caminho. E após o voto, transforme essa representação em ação. Participe.

E a segunda coisa que ouvi muito e discordo é que “serei eleito pela gratidão do povo”. Quem fala isso na verdade reconhece o trabalho que venho fazendo ao longo dos meus 5 mandatos. Mas não deve haver gratidão nessa relação. Fazer o que eu faço é o meu trabalho. É a minha obrigação.

O cidadão paga através de impostos todos os serviços prestados para ele. Não existe favor. E cá para nós, ela paga mais do que recebe e isso precisa ser mudado. Se há gratidão nessa relação, ela é minha para com os eleitores que votaram em mim na primeira vez que fui eleito. Eu não tinha nada para mostrar. Apenas ideias. Agora tenho um trabalho desenvolvido e gostaria muito que os eleitores votassem em mim pelo que demonstrei anteriormente, pelos meus focos de atuação, pela maneira que encaro o meu trabalho.

Fiz um folheto sobre isso. Dizendo que tem muito político se escondendo por não ter o que falar, por vergonha, por passar 4 anos na assembleia e não ter nada para mostrar.

Eu faço o contrário: peço para as pessoas pesquisarem antes de votar. Não escolha ninguém porque o outro escolheu. Não escolha ninguém apenas porque você já ouviu esse nome antes. Pesquise.

Não adianta você votar em qualquer um e depois passar 4 anos reclamando do governo. Escolha com atenção os seus candidatos. E depois fique no pé dele, cobrando, exigindo que ele cumpra o seu papel.

Só assim a gente muda o país.

E da mesma forma que eu peço que você pesquise o meu nome, vou sugerir aqui que você pesquise um candidato a deputado federal que eu tenho certeza que vai ajudar muito o nosso estado: O Luiz Antônio. Mas não acredite em mim. Pesquise

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS

  • Facebook

  • Twitter

  • Instagram

  • Youtube

  • Linkedin